O mestre kodansha Antoku Tomiyama, de  81 anos morreu na manhã desta segunda-feira (16) em Araraquara. Há alguns anos ele foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença degenerativa que afeta o sistema nervoso. O problema de saúde que o afastou dos tatames e essas complicações provocaram sua morte.

Antoku nasceu na cidade de Uruma, no Japão, na Ilha de Okinawa. O mestre desembarcou no Paraná com 22 anos. Lá se apaixonou pela mulher que se tornaria sua esposa. Dona Kazuko foi uma das responsáveis por sua mudança para Araraquara. Ele teve três filhos com ela.

Tomiyama ganhou inúmeros títulos de judô e jiu-jtsu, fundou uma academia na cidade que leva seu nome até hoje e que é uma referência nacional para os esportes. Foram mais de 50 anos dedicados a transformar vidas. O reconhecimento por seus serviços prestados veio até mesmo do governo japonês que lhe conferiu o título de Embaixador da Fé.

O corpo do mestre Tomiyama está sendo velado no memorial Almeida. O sepultamento está marcado para a tarde desta segunda, 16h15, no Cemitério São Bento.

Leave a Reply