O Hospital Carlos Fernando Malzoni, de Matão, divulgou na manhã deste sábado mais um balanço de sua atuação na luta contra o coronavírus. A unidade segue com sete pacientes internados, quatro deles na UTI. Dois são crianças. O hospital não trata pacientes confirmados, todos são tratados como casos suspeitos e aguardam resultado de exames encaminhados para o Instituto Adolf Lutz em São Paulo.

Apesar de não ter confirmações a unidade já adotou várias medidas como a restrição do número de visitantes, isolamento dos pacientes e profissionais da saúde redobrandoos cuidados para que não sejam expostas a Covid-19.

O relatório aponta que mais paciente, com histórico de problemas de saúde, morreu com sintomas da doença. A vítima seria uma mulher de 78 anos. É o segundo já que no boletim anterior também já havia o registro de outra morte suspeita. Era um homem de 75 anos e também tinha histórico de problemas de saúde.

Matão decretou o fechamento do comércio, suspendeu os serviços públicos não prioritários e tem adotado a postura de divulgar a importância do isolamento social para evitar a propagação do víru.

Veja a íntegra do Boletim Médico

COMITÊ COVID 19
BOLETIM 005

O Hospital Carlos Fernando Malzoni, considerando a atual pandemia de coronavirus, comunica que, na data de hoje, 21 de março de 2020, registra 07(sete) pacientes internados aguardando diagnóstico de COVID 19 e nenhum com confirmação.
Desse total 02(dois) pacientes encontram-se nas unidades de tratamento intensivo –UTI Adulto e 02 (dois) pacientes na UTI Pediátrica.
Na data de ontem registrado um outro óbito de uma paciente que tinha outras patologias, mas que também tinha suspeita de coronavirus.
Até o momento não há confirmação de nenhum caso, aguardando-se a liberação dos exames pelo Instituto Adolfo Lutz.
O número total de casos registrados na cidade será informado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Leave a Reply