A cidade de Dourado vai suspender a quarentena e reabrir o comércio na segunda-feira (30). A decisão foi tomada pelo prefeito Juninho Rogante, que editou um decreto anulando  medidas anteriores que estabeleciam regras rígidas de isolamento social, conforme orientações das autoridades de saúde. A cidade tem dois casos suspeitos do novo coronavírus aguardando confirmação do Instituto Adolf Lutz, de São Paulo. “O principal ponto, é que a partir de segunda-feira, fica autorizada a volta das atividades comerciais de nossa cidade, devendo sempre serem observadas as recomendações do Departamento Municipal de Saúde. As aulas das Escolas Municipais, e o transporte público continuam suspensos” escreveu ele em sua rede social.

A cidade tem quase 9 mil moradores e justamente por ser pequena o prefeito entende que as medidas restritivas, nesse momento, não são necessárias. “Mesmo com essa medida, é de suma importância que a população continue com os cuidados contra a proliferação do vírus. Idosos e pessoas que fazem parte do grupo de risco, devem evitar sair de casa. Todos devem evitar locais com aglomerações de pessoas. Lavar bem as mãos nos atendimentos ao público, devem ser utilizadas máscaras, e ser disponibilizados álcool em gel”, orientou Juninho Rogante.

A reabertura dos estabelecimentos comerciais não essenciais contraria inclusive a determinação de quarentena até 7 de abril do Governo do Estado de São Paulo, anunciada pelo governador João Dória (PSDB).

Ainda ontem (28) Juninho Rogante compartilhou o vídeo produzido pelo Governo Federal que lança a campanha “O Brasil Não Pode Parar”, que estimula os brasileiros a retomarem suas atividades, mesmo diante das recomendações dos organismos internacionais.

Leave a Reply