A partir de AGORA Wendel Colombo passa a colaborar com o Araraquara Agora. Viciado em cinema e séries, ele vai nos presentear com um pouco da sua paixão traduzida em palavras. A dica de hoje é sobre o filme “O Livro de Henry”. Aproveite a quarentena!

“O LIVRO DE HENRY” – Por Wendel Colombo

Um filme que acima de tudo nos ensina a sermos adultos, e agir como o mesmo. O Livro de Henry, estrelado pela instigante Naomi Watts, que interpreta a mãe de Henry o genial Jaeden Martell (It: A Coisa), narra a história de Henry e seu irmão Peter, e sua mãe Susan, mãe solteira que cria os dois filhos.

Henry se vê apaixonado pela sua vizinha que estuda na mesma escola que ele e o irmão mais novo, a jovem Christina (interpretada por Maddie Ziegler). Henry não é só um garoto, ele é inteligente, obcecado por leitura, obcecado por ajudar o próximo, e quando eu digo inteligente acreditem, ele descobre que tem um tumor no cérebro, e sabe até o nome do tumor. O Livro de Henry retrata a vida do jovem de penas 11 anos, onde ele escreve um livro investigativo para tentar salvar sua vizinha Christina. O filme é tão leve, suave, que eu estou revendo e com frio na barriga, assim como da primeira vez em que o vi.

Naomi. Vocês querem saber da Naomi? Meu Deus como eu adoro os trabalhos dela. Ela se entrega tanto em seus papeis, que consegue nos deixar emocionados em cada cena. Voltando ao filme, os personagens ficam tão abalados com a doença de Henry, que parece que a equipe toda do filme sofreu junto.

Falando em fotografia, é simples, mas você quase não presta atenção nisso. A história é muito boa, os atores, não teria elenco melhor. O filme é tão lindo, que eu não poderia deixar de escrever sobre ele aqui. A acho que todo adolescente, ou mesmo pessoas de qualquer idade, deveriam assistir.

Uma das cenas mais lindas do filme, é quando Henry pede para seu irmão entregar o livro que ele escreveu para sua mãe, depois que ele partir. O dialogo dos irmãos é tão comovente, que não consigo me por no lugar de nenhum deles. Henry e seu irmão tem personalidades de uma pessoa adulta, a forma de agir, pensar, e até de tratar a mãe deles. Henry é inteligente ao ponto de investir em bolsa de valores, guardar dinheiro em banco para ajudar sua mãe. Susan a todo momento pede ajuda e opinião do filho, para as contas de casa, decisões a serem tomadas. Mas e o Livro de Henry, o que esconde? Qual o legado que Henry deixa antes de partir? O filme nos instiga a querer descobrir com Susan, o que o filho quer que ela descubra através das pistas que ele deixou para sua mãe, pistas estas que envolvem a vizinha Christina.

É suave, e sensível, e fico extremamente feliz em saber que eu tive o privilégio de assistir um filme incrível e muito bem roteirizado como esse. E se querem descobrir qual o segredo do livro de Henry, pare agora o que está fazendo, coloca na Netflix e bom filme. E como sempre de costume, aqui vai uma frase incrível dita por Henry no filme. “Às vezes uma boa história te lembra de quem você quer ser. Talvez seja por isso que existam tantas. Histórias sobre o bem e o mal. Histórias sobre o sucesso do espírito humano. Histórias sobre viver e morrer”.

92575190_1491982417636696_5551340307771031552_n
Wendel Colombo, do Café com Wendel, passa a colaborar com o Araraquara Agora compartilhando um pouco de sua paixão com nossos internautas

Leave a Reply