“Acabo de ouvir do presidente Jair Bolsonaro o aviso da minha demissão do Ministério

 

da Saúde. Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ser gerente do nosso SUS, de pôr de pé o projeto de melhoria da saúde dos brasileiros e de planejar o enfrentamento da pandemia do coronavírus, o grande desafio que o nosso sistema de saúde está por enfrentar”. Essa foi a postagem feita pelo agora ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta ao anunciar pelo Twitter sua demissão.

Mandetta vinha travando uma batalha ideológica com o presidente. Ele sempre seguiu as orientações das autoridades mundiais da saúde ao defender o isolamento social enquanto Bolsonaro buscava afrouxar as regras. Ainda na rede social ele agradeceu a sua equipe e a todos que o ajudaram no desafio. “Agradeço a toda a equipe que esteve comigo no MS e desejo êxito ao meu sucessor no cargo de ministro da Saúde. Rogo a Deus e a Nossa Senhora Aparecida que abençoem muito o nosso país”, concluiu.

Hoje pela manhã o presidente Jair Bolsonaro conversou por algumas horas com o médico oncologista Nelson Luiz Sperle Teich, que poderá ser nomeado nas próximas horas como substituto de Mandetta. Teich é carioca e formado em medicina pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e já defendeu em outros momentos o isolamento social, assim como Mandetta.

 

Leave a Reply