Araraquara já soma 48.288 pessoas imunizadas contra a gripe desde o início da campanha nacional de vacinação, em 23 de março. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, já foram imunizados 28.869 idosos, 8.631 trabalhadores da saúde, 2.330 pessoas privadas de liberdade, 129 funcionários do sistema prisional, 581 trabalhadores das forças de segurança e salvamento, 176 caminhoneiros, 160 trabalhadores do transporte coletivo e 7.412 pessoas com doenças crônicas. Esses são os grupos prioritários que podem se vacinar na atual fase da campanha.

A vacina está disponível em todos os postos de saúde e no Sesa (Serviço Especial de Saúde de Araraquara), de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. As unidades de atendimento foram organizadas com espaços externos (com cobertura tipo tenda), respeitando o espaçamento seguro de pelo menos 1 metro entre cada pessoa, a fim de evitar aglomerações.

Embora a vacina não proteja contra o coronavírus, ela reduz a circulação da gripe entre a população, bem como complicações e óbitos, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco, auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para Covid-19 – já que os sintomas são parecidos – e ajuda a reduzir a procura pelos serviços de saúde. A vacina protege contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B.

Em função de fatores técnicos, científicos e logísticos, o Ministério da Saúde alterou a terceira fase da campanha, que foi estendida até 5 de junho e será dividida em duas etapas. De 11 a 17 de maio, serão vacinadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas até 45 dias. Entre os dias 18 de maio e 5 de junho, a vacina estará disponível para adultos a partir de 55 anos e professores das escolas públicas e privadas. O Ministério da Saúde também cancelou o Dia D de mobilização nacional, que estava previsto para 9 de maio.

Fases da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe:

1ª fase (a partir de 23 de março): Idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde e profissionais das forças de segurança e salvamento

2ª fase (a partir de 16 abril): Portadores de doenças crônicas não transmissíveis, caminhoneiros, profissionais de transporte coletivo, adolescentes e jovens sob medida socioeducativa, funcionários do sistema prisional, povos indígenas, trabalhadores portuários e pessoas privadas de liberdade

3ª fase (de 11 de maio a 5 de junho):

– 1ª etapa – a partir de 11 de maio: Crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas até 45 dias

– 2ª etapa – a partir de 18 de maio: Adultos a partir de 55 anos e professores das escolas públicas e privadas 

Leave a Reply