Por Rian Fernandes

Números divulgados pelo SIMI-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo) mostra que Araraquara tem a pior taxa de isolamento social de maio na região, entre as outras duas cidades que são analisadas, Matão e São Carlos, até o vigésimo dia do mês . Isso ocorre porque apenas municípios com mais de 70 mil habitantes são monitorados e possuem índices no sistema. 

Diante do monitoramento do SIMI-SP, registrado até a última quarta-feira (20), o Araraquara Agora calculou a média de isolamento social, de maio, das três cidades que compõem a região. Comparando os percentuais, Araraquara tem o menor índice de isolamento, com 40,9%. Desde o primeiro dia do mês, a maior taxa foi registrada no dia 3, com 53%. No entanto, ao decorrer de maio, o município chegou a ter índice de 38% e, por diversas vezes, ficou apenas na risca dos 40%. 

Enquanto isso, Matão, tem uma média de 42,3%. Localizada ao lado de Araraquara, a cidade alcançou por três vezes a margem de 50%, atingindo até 53%, também no terceiro dia do mês. Depois disso, o município com 28 casos de coronavírus confirmados registrou como menor taxa, por duas vezes, 40%.

Por outro lado, com os melhores números, São Carlos tem uma média de 47,25%. A cidade chegou a alcançar o percentual de 60%, também no terceiro dia de maio, e ainda passou de 50% em outras quatro ocasiões. Diferentemente de Araraquara e Matão, que tiveram como menor taxa registrada 38% e 40%, respectivamente, São Carlos contou com a mínima de 46%. 

Vale ressaltar que a taxa de isolamento social é uma das condições apresentadas pelo Governo do Estado de São Paulo para a flexibilização regional da quarentena, tendo que estar acima de 55%.

Leave a Reply