Um acidente de trânsito terminou em briga generalizada na noite de domingo (15) na Rua Gaspar Arita, na Vila Ferroviária, em Araraquara. Segundo o boletim de ocorrência tudo começou quando um jovem autônomo, de 23 anos, dirigindo um GM Corsa, bateu em Fiat Uno estacionado na Rua Cientista Frederico de Marco. O veículo era de uma pessoa que estava em uma festa. O rapaz é acusado de ter tentado fugir do local do acidente sem prestar assistência para o proprietário do carro danificado.

Quatro pessoas que estavam na confraternização foram atrás do motorista até a casa dele. Aí as versões começam a ficar conflitantes. A família do motorista diz que os quatro homens partiram para agressão e o pai do rapaz, que é agente penitenciário, precisou assustá-los com um revólver calibre 38. Os homens correram assim que viram a arma e deixaram o autônomo desacordado. Ele precisou ser socorrido para uma unidade de emergência. A mãe dele, que tentou ajudar, também ficou ferida.

Leia também – FGTS: calendário do saque emergencial vai de junho até novembro

Já os quatro disseram que foram até a casa do rapaz tirar satisfação, mas foram surpreendidos pelo motorista que, transtornado, partiu para cima deles.

O delegado ouviu todas as versões, submeteu o motorista ao teste do etilômetro que apontou 1,16mg/l de álcool no sangue, índice considerado alto. Foi arbitrada fiança no valor de R$ 2.100 que o autônomo pagou e foi liberado.

A arma, com registro expirado, foi apreendida pela Polícia Civil. O caso foi registrado como embriaguez ao volante, localização e apreensão de objeto e fuga do local do acidente.

Leave a Reply