Por Rian Fernandes

Em Araraquara quase mil postos de trabalho com carteira assinada foram fechados em maio. Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do ministério da Economia, que foram divulgados nesta segunda-feira (29), a perda foi de 843. 

Entre os números, foram registrados 1.995 desligamentos, enquanto a quantidade de admissões com carteira assinada foi de 1.152. Em Araraquara os setores que mais sofreram com a atual crise causada pela pandemia foi o de serviços e o comércio. 

Na área de serviços foram 889 desligamentos em maio, com 493 admissões, ou seja, um saldo negativo de 396 vagas de emprego. Já no comércio foram 459 postos de trabalho fechados e 253 contratações, totalizando um deficit de 206. 

Leia também

Prefeitura é condenada a indenizar crianças pela morte da mãe, vítima de negligência

Araraquara confirma 32 casos e soma 954 contaminados pelo coronavírus

Embraer doa aparelhos que reduzem contaminação por Covid-19 para a Santa Casa de Araraquara

Enquanto isso, durante o ano de 2020 até o mês de maio foram fechados 12.869 postos de trabalho em Araraquara, com 10.695 admissões, tendo um saldo negativo de 2.174. Setores de serviços e comércio continuam como os que mais sofreram. 

No Brasil  

Mais de 1 milhão de desligamentos de empregos formais foram constatados em maio de 2020, com um deficit de 331.901 postos de trabalho, visto que foram feitas 703.921 admissões. O setor de serviços foi o mais afetado, seguido da indústria e comércio. 

Leave a Reply