Por Rian Fernandes

Depois de causar estrago no Sul do Brasil, o “ciclone bomba” pode causar reflexos que devem chegar ao Estado de São Paulo, com risco de vendaval e onda de frio nesta quarta-feira (1). Para os paulistas, o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu um alerta com para o risco de queda de árvores, destelhamento de casas e danos gerais em edificações e plantações. 

De acordo com o INMET, diversas regiões de São Paulo poderão sentir a chegada da onda de frio com o declínio na temperatura, um dos reflexos causados pelo “ciclone bomba”. Além disso, o instituto emitiu um alerta sobre os ventos em outras áreas do estado, que podem variar entre 60 km/h e 100 km/h. Para o vendaval, o aviso vai até o fim da noite desta quarta. 

Em caso de ventos fortes, o instituto também separou algumas instruções: 

  • Não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.
  • Permaneça em local abrigado.
  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Ciclone Bomba

Por mais que tenha causado estrago no Sul do país, os efeitos na região Sudeste, em que São Paulo se encontra, devem ser menores. Em Santa Catarina, por exemplo, o ciclone causou estragos e ainda ocasionou a morte de três pessoas, conforme levantamento do Corpo de Bombeiros Militar do estado, até as 18h.

Já de acordo com coordenadorias regionais da Defesa Civil de Santa Catarina, 25 municípios foram atingidos no estado e os bombeiros atenderam a 900 ocorrências. Além disso, ventos chegaram a 120 km/h. Com isso, muitas pessoas ficaram sem sinal de telefone, internet e eletricidade. 

Terminal Rodoviário de Concórdia (SC) – Foto: Prefeitura de Concórdia

 

 

Leave a Reply