Desde o início da pandemia causada pelo novo coronavírus em Araraquara, a maioria dos casos registrados são de mulheres, segundo dados do projeto da prefeitura de Araraquara em parceria com o Urbie Maps (Grupo de Inovação e Extensão em Engenharia Urbana), vinculado a Ufscar. No entanto, dos óbitos registrados no município, a maioria deles são homens. 

Entre os 1.023 casos registrados da Covid-19 em Araraquara, um total de 556 foram de mulheres, ou seja, um percentual de aproximadamente 54%. No sexo feminino, a maior incidência foram em pessoas que tinham de 20 a 49 anos de idade. 

Porém, mesmo com a maior incidência sendo nas mulheres, a maioria das mortes registradas em Araraquara foram do sexo masculino. Do total de 13 óbitos, oito foram de homens, representando uma taxa que passa de 61%. 

Inclusive, o mais recente falecimento foi comunicado durante o boletim diário do Comitê de Contingência do Coronavírus nesta quinta-feira (2). Na ocasião, um idoso de 67 anos que tinha comorbidades e estava internado. 

Leave a Reply