O fluxo de veículos leves e pesados nos pedágios de São Paulo registrou uma queda de 20,6% em 2020, comparando também com os seis primeiros meses de 2019. Já comparando junho de 2020 e 2019, o índice é de -23,7% na circulação, tudo segundo levantamento da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias-ABCR juntamente com a Tendências Consultoria Integrada. A pesquisa mede mensalmente a movimentação nas estradas. 

De acordo com o levantamento, comparando junho de 2020 e 2019, a maior diferença de circulação foi entre os veículos leves, que deixaram de circular 30,6%. Se for levar em conta os últimos 12 meses, o percentual, ainda negativo, é de 10,3%. No entanto, junho de 2020 registrou um aumento de 22,2% no movimento das estradas em relação ao mês anterior, com maior crescimento entre os veículos leves, de 25,9%.

Confira o quadro de taxas de variação do fluxo pedagiado em São Paulo:

No Brasil

O índice ABCR de atividade referente a junho de 2020 apresentou crescimento de 18% no comparativo com o mês de maio, considerando os dados dessazonalizados. Mas, na comparação com junho de 2019, o índice total ainda registrou queda de 22,1%.

Confira o quadro de taxas de variação do fluxo pedagiado no Brasil:

 

Leave a Reply