Uma ação conjunta entre a Polícia Militar e a Prefeitura de Boa Esperança do Sul percorreu a cidade na noite desta sexta-feira (07) em busca de locais com aglomeração de pessoas. O objetivo da ação, que deve ser constante a partir de agora, era acabar com as pequenas reuniões, tidas como as grandes responsáveis pelo crescente número de casos de coronavírus na cidade.

As equipes se concentraram na Praça da Inclusão, que foi fechada hoje e deverá permanecer assim por tempo indeterminado como medida de prevenção. De lá as viaturas e os fiscais percorreram regiões da cidade em que normalmente há bares e lanchonetes abertos e reunião de pessoas.

Não demorou muito e logo um bar foi encontrado em situação irregular. O estabelecimento foi fechado e o proprietário notificado. Pessoas em outros pontos da cidade, sem máscara, também foram notificadas. Se forem novamente surpreendidos poderão ser multados.

Comerciantes que descumprirem as medidas sanitárias terão penalidade superior a R$ 5.025,00. Já pessoas flagradas sem máscara terão que desembolsar R$ 525,00 em multa.

Praça lacrada

A Prefeitura de Boa Esperança do Sul endureceu as medidas de combate ao coronavírus e decidiu fechar praças da cidade em que as aglomerações são comuns.

A Praça da Inclusão foi uma delas. Conhecida pela reunião de jovens aos finais de semana, o espaço está cercado por cavaletes e faixas zebradas. A medida afeta também a Praça de Santa Luzia.

Além do cerceamento, o município ainda contratou seguranças que devem se revezar nos locais para impedir a aglomeração de pessoas.

Se outros locais começarem a registrar aglomerações o município não descarta ampliar as medidas de restrição.

Terceira morte

A terceira morte decorrente de coronavírus foi confirmada nesta sexta-feira (7) em Boa Esperança do Sul pela Vigilância Epidemiológica Local, tratando-se de uma mulher com 57 anos que tinha comorbidades e estava internada há 15 dias em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O detalhamento da situação da Covid-19 na cidade foi divulgada no boletim desta tarde, que apresentou ainda mais quatro confirmações da doença.

Com as novas positivações, a cidade chega a 95 casos de coronavírus desde o início da pandemia. Do total, 33 permanecem em quarentena e 57 já saíram, ou seja, são considerados recuperados. Há também mais 36 amostras que aguardam resultados de exames. Vale lembrar ainda que dois pacientes estão internados em UTI.

Pequeno histórico da Covid-19 na cidade

Durante o período de quarentena por conta da pandemia, o município teve um surto de dez casos de coronavírus em uma empresa local, saltando de 13 positivações para 23 no dia 23 de maio. Já no dia 5 de junho a cidade teve a primeira morte registrada e desde a data, as confirmações em Boa Esperança do Sul cresceram de forma gradual.

Entre o fim de junho e o começo de julho a cidade chegou a registrar, por alguns dias, apenas uma pessoa em isolamento social confirmada com a doença. No entanto, com as confirmações, o mês de julho no município encerrou com 65 casos notificados desde o início da pandemia, 15 positivados em quarentena, 32 aguardando resultado e uma morte confirmada, a única.

Com a nova onda de contaminação que Boa Esperança do Sul parece enfrentar, agosto tem a terceira morte confirmada decorrente de coronavírus, sendo a segunda no mês, visto que um óbito também foi registrado na última quarta-feira (5).

 

Leave a Reply