O coronavírus chegou nos dois Centros de Ressocialização de Araraquara, o masculino e o feminino.  A informação foi confirmada pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). Segundo nota, no CR Masculino, são apenas cinco casos positivos da doença. Todos são de internos da unidade e estão em isolamento.

A preocupação maior é com o CR Feminino já que 18 pessoas testaram positivo para a doença. A administração do local informou que 8 já cumpriram isolamento e estão livres da quarentena. Dez aguardam o fim dos sintomas e do período de transmissão e seguem isolados. Dos 18 positivados, 5 são servidores da unidade. Três já voltaram para as atividades e estão entre os 8 recuperados.

O Centro de Ressocialização Feminino abriga 84 mulheres e o masculino 160.

O que diz a SAP

A SAP, por meio de nota informou que tem feito testes na população prisional rastreando pessoas que tiveram contato com os contaminados. Informa ainda que “Medidas de higiene e distanciamento preconizados pelos órgãos de saúde foram aplicadas, foram suspensas as atividades coletivas; a limpeza das áreas foi intensificada; a entrada de qualquer pessoa alheia ao corpo funcional foi restringida.

Todos os detentos que ingressam no sistema prisional têm cumprido uma quarentena com o objetivo de evitar contaminações. Pessoas que integram o grupo de risco tem recebido atenção diferenciada e além disso, segundo o órgão houve “ampliação na distribuição de produtos de higiene, álcool em gel e sabonete e distribuição de Equipamentos de Proteção Individual. Há, ainda, termômetro infravermelho para aferição de temperatura sem contato”, conclui o texto.

Leave a Reply