Por Willian Oliveira

Depois da atriz Fernanda Montenegro, é a vez do músico baiano Gilberto Gil, de 79 anos, virar imortal. O cantor foi eleito na tarde desta quinta-feira (11) para a Academia Brasileira de Letras (ABL).  Gil vai ocupar a cadeira de número 20. Ele foi eleito com 21 votos.

A cadeira 20 era ocupada pelo acadêmico e jornalista Murilo Melo Filho, que morreu em maio de 2020. A cadeira também foi ocupara por um dos fundadores da ABL, Salvador de Mendonça.

“Muito feliz em ser eleito para a cadeira 20 da Academia Brasileira de Letras. Obrigado a todos pela torcida e obrigado aos agora colegas de Academia pela escolha”, comemorou Gilberto Gil nas redes sociais.

Gil concorreu com o poeta Salgado Maranhão, que obteve 7 votos e o autor e crítico literário Ricardo Daunt, que não foi votado pelos imortais. Foram 34 votos no total, um ausência por motivo de saúde, 2 votos nulos e 4 votos em branco.

Gilberto Gil será o segundo negro a ocupar uma vaga na Academia Brasileira de Letras. Antes dele, o professor e escritor Domício Proença Filho, já havia sido eleito. Domício, inclusive, presidiu a ABL entre 2016 e 2017.

”Gilberto Gil traduz o diálogo entre a cultura erudita e a cultura popular. Poeta de um Brasil profundo e cosmopolita. Atento a todos os apelos e demandas de nosso povo. Nós o recebemos com afeto e alegria”, afirmou Marco Lucchesi, presidente da Academia.

Quem é Gilberto Gil

Gilberto Passos Gil Moreira nasceu no dia 26 de junho de 1942. Cantor, compositor, multi-instrumentista, produtor musical e até mesmo ativista político, é reconhecido nacional e internacionalmente por suas obras.

Gil é vencedor de prêmios Grammy Awards, Grammy Latino e galardoado pelo governo francês com a Ordem Nacional do Mérito (1997). Em 1999, foi nomeado “Artista pela Paz”, pela UNESCO.

São dele os clássicos “Aquele Abraço”, “Vamos Fugir”, “A Novidade”, “Cálice”, “Esotérico”, “Divino Maravilhoso”. Na carreira Gilberto Gil gravou mais de 60 álbuns.

Em 2001, Gil foi nomeado embaixador da ONU para agricultura e alimentação e também foi ministro da Cultura do Brasil, entre 2003 e 2008, durante os dois mandatos do ex-presidente Lula.

A posse de Gil deve acontecer em março do ano que vem, quando a ABL volta do recesso de fim de ano.

Leave a Reply