Por Willian Oliveira

A economia brasileira encolheu 0,14% no terceiro trimestre de 2021. O resultado veio nesta terça-feira (16) com a divulgação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central, chamado de IBC-BR. Segundo o estudo, o país registrou queda de 0,27% em setembro em relação a agosto.

O indicador é considerado uma prévia do PIB, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Se os dados de setembro deste ano forem comparados com os do mesmo mês do ano passado o resultado é positivo, alta de 1,52%. No acumulado em 12 meses houve um avanço de 4,22%.

Segundo os agentes do mercado financeiro, ouvidos pelo Banco Central, o PIB brasileiro deve crescer 4,88% em 2021, na comparação com 2020. No ano passado as riquezas nacionais despencaram 4,1% impactadas por causa da pandemia do novo coronavírus.

Para o ano que vem, há expectativa de crescimento tímido para o país, apenas 0,93%.

No segundo trimestre a economia brasileira já havia apresentado um recuo, na época de 0,1%. O dado oficial e consolidado do terceiro trimestre será divulgado no dia 1º de dezembro.

Foto: José Paulo Lacerda/CNI

Leave a Reply