Por Willian Oliveira

Não é só a gasolina e o diesel que estão subindo sem parar. O etanol está acompanhando a alta e, como ele também é adicionado na mistura da gasolina, ajuda a elevar o preço do outro combustível também.

Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o etanol hidratado subiu em 21 estados e no Distrito Federal. O estudo corresponde a semana entre os dias 7 e 13 de novembro. Em 4 estados houve queda no preço e os dados do Amapá não foram coletados.

Na média, o preço do etanol no país teve elevação de 1,89% na semana pesquisada, na comparação com a semana anterior. Na prática o preço saltou de R$ 5,294 para R$ 5,394 por litro.

Segundo os economistas, a redução da safra da cana-de-açúcar e a alta da gasolina, que fez motoristas trocarem o combustível pelo etanol, impulsionam o preço do combustível.

Em São Paulo a média do etanol hidratado ficou em R$ 5,256 o litro. O estado, que é o maior produtor de cana teve alta acima da média nacional, 2,12% na comparação com a semana anterior. O menor preço encontrado no estado já é um enorme desfalque no bolso, R$ 4,499 o litro.

O menor preço médio estadual foi registrado na Paraíba, R$ 5,021, por litro. O preço mais alto encontrado na pesquisa vem de um posto do Rio Grande do Sul. Nele os motoristas estão pagando incríveis R$ 7,899 o litro. O maior preço médio também foi o do Rio Grande do Sul, R$ 6,943.

No comparativo do mês, o etanol subiu 12,96% no Brasil. A maior alta foi registrada no Mato Grosso, lá o litro subiu, em média 18,03% no mês.

Leave a Reply